Sede da APDS recebe a exposição "200 anos de ensino de dança de salão no Brasil"

A exposição integrou o projeto I Prêmio Cultura da Dança de Salão e foi inaugurada em julho de 2011 no Centro de Artes Calouste Gulbenkian. Após ter estendido sua permanência no C. A. Calouste Gulbenkian por mais 3 três semanas além do previsto, devido ao sucesso de público, a exposição seguiu para a zona oeste. 
A convite da APDS, ela ficou de 22 a 27 de agosto aberta à visitação pública, no salão nobre do Bangu Atlético Clube, no bairro de mesmo nome.
A iniciativa foi de Jaime José, presidente da APDS-RJ (Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do Estado do Rio de Janeiro), que a montou no mezzanino do salão nobre do Bangu Atlético Clube. 
A exposição fez parte das comemorações realizadas pela APDS em celebração ao marco histórico para a cultura da dança de salão, que foi a publicação do primeiro anúncio de aulas de dança, na Gazeta do Rio de Janeiro, em 1811. 
Encerrando as comemorações, Jaime organizou uma cerimônia no mesmo local, onde foi exibida a montagem do espetáculo "Caminhos do Samba", com grande sucesso de público.
Ao final do espetáculo, forem entregues moções da APDS a seus associados e beneméritos e também a personalidades da comunidade da dança, dentre as quais os diretores do JFD (Leonor e Aragão), os pesquisadores Marco Antonio Perna e João Batista, o presidente da Andanças (Luiz Florião) e a colaboradora do JFD e tanbém vice-presidente da APDS, Angela Abreu.
Finda sua permenência na zona oeste, a exposição seguiu para a baixada fluminense, para se integrar ao projeto "Andanças da Alegria", promovido pelo departamento de programas e projetos educacionais da Secretaria Municipal de Duque de Caxias, durante todo o mês de setembro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário